A Assembleia da República aprovou hoje os projetos-lei do PAN, do BE e do PEV que possibilitam a permissão de animais de companhia em estabelecimentos fechados de restauração.

Atendendo a que os animais fazem cada vez mais parte da vida dos portugueses, tido por muitos como parte do seu agregado familiar, é também mais comum que façam companhia nos períodos de lazer e noutros momentos do seu dia-a-dia.

O PAN considera que já é tempo de ser dada a possibilidade aos proprietários dos estabelecimentos comerciais de decidirem se pretendem ou não admitir animais dentro do seu espaço, à semelhança do que já acontece com os outros  estabelecimentos comerciais, desde que estes não tenham acesso à área de confecção ou maneio de alimentos. Assim assegura-se a liberdade de escolha dos proprietários dos estabelecimentos mas também dos clientes que caso entendam poderão fazer-se acompanhar pelos animais.

Os estabelecimentos ainda estão à espera da regulamentação da lei, mas, na generalidade, concordam com estas alterações agora aprovadas.

De qualquer forma, os proprietários dos cafés ou restaurantes defendem que as regras têm de proibir a livre circulação dos animais até para impedir que passem pelas zonas de confeção ou armazenamento dos alimentos. Também muitos alertam para a necessidade de ter atenção à dimensão das salas dos restaurantes.

A educação dos animais em causa é outra das condicionantes que tanto os donos dos animais como os dos restaurantes colocam.

 

Deixe uma resposta

Por favor insira o seu comentário
Por favor insira o seu nome