Sistema de localização de animais de companhia conquista hackathon da Google

Criada em 2015 por Virgílio Bento, David Barroso e Paulo Fonseca, a Findster Technologies é uma startup que criou o primeiro sistema de localização de animais de estimação que permite comunicação em tempo real e não exige o pagamento de mensalidades.

0
314
Finsdster Team

A Findster, startup portuguesa que concebeu e desenvolveu um sistema de localização de animais de estimação em tempo real, acaba de anunciar que ganhou uma hackathon (maratona de programação) promovida pela Google.

A equipa composta por Paulo Fonseca e Eduardo Carvalho desenvolveu uma Accelerated Mobile Page (AMP) no Google I/O 2018 que decorreu na Irlanda.

Numa hackathon que contou com a participação de 26 empresas mundiais, a equipa da Findster foi a única representante portuguesa em Dublin e arrecadou o primeiro lugar na sua primeira participação nesta conferência de programadores organizada anualmente pela gigante tecnológica norte-americana.

A equipa portuguesa criou e desenvolveu uma Accelerated Mobile Page – página de internet otimizada para um carregamento simplificado e mais rápido quando acedida através de dispositivos móveis – do site da Findster. O resultado final recebeu a maioria da votação atribuída não só pelos restantes programadores participantes, mas também pela Mobile Transformation Team da Google.

“Os hackathons de AMP são um ótimo formato para dispositivos móveis. O evento juntou programadores talentosos de toda a Europa que lhes permitiu, durante um dia, aprender as melhores práticas de desenvolvimento de AMP pelos engenheiros da Google”, afirmou Olga Nozal.

A gestora de UX Mobile da Google para Portugal e Espanha salienta ainda que “a Findster foi eleita a vencedora do evento com uma página muito bem desenhada e completa que respondia a todos os critérios. Com uma AMP foram capazes de reduzir os tempos de carregamento em 57% e conseguiram fazer esse trabalho impressionante em apenas algumas horas”.

“A vitória nesta maratona de programação promovida pela Google é uma prova da excelência tecnológica da Findster. O futuro do e-commerce é mobile e uma página mobile lenta é o suficiente para um cliente abandonar a página antes sequer dela carregar. Com o conhecimento adquirido nesta competição, implementámos também nós a tecnologia AMP na nossa página”, afirma André Carvalheira, managing director da Findster.

Cat and dog using Findster duo

Criada em 2015 por Virgílio Bento, David Barroso e Paulo Fonseca, a Findster Technologies é uma startup que criou o primeiro sistema de localização de animais de estimação que permite comunicação em tempo real e não exige o pagamento de mensalidades.

A base dos sistemas de localização da Findster é a tecnologia MAZE. Inteiramente desenvolvida pela empresa e já patenteada, esta tecnologia permite que as coordenadas GPS sejam enviadas em tempo real sem recurso a qualquer ligação de rede. Além de evitar a necessidade de mensalidades, a tecnologia MAZE funciona em qualquer local, mesmo que o utilizador se encontre numa zona sem cobertura de rede.

Atualmente, a empresa tem clientes em mais de 70 países. Apesar de ter a produção em Portugal, 99% das vendas da Findster são internacionais, sendo os Estados Unidos, o Canadá e o Reino Unido os seus principais mercados.

Sobre a Findster

Criada em 2015 por Virgílio Bento, David Barroso e Paulo Fonseca, a Findster Technologies é uma startup que criou o primeiro sistema de localização de animais de estimação que permite comunicação em tempo real e não exige o pagamento de mensalidades.

A base dos sistemas de localização da Findster é a tecnologia MAZE. Inteiramente desenvolvida pela empresa e já patenteada, esta tecnologia permite que as coordenadas GPS sejam enviadas em tempo real sem recurso a qualquer ligação de rede. Além de evitar a necessidade de mensalidades, a tecnologia MAZE funciona em qualquer local, mesmo que o utilizador se encontre numa zona sem cobertura de rede.

Após duas campanhas de crowdfunding de sucesso, numa das quais captou 20 mil dólares em apenas duas horas e meia, a Findster foi selecionada para a maior aceleradora de empresas de hardware do mundo, a norte-americana Hax, e para integrar o centro de incubação da Agência Espacial Europeia (ESA).

Atualmente, a empresa tem clientes em mais de 70 países. Apesar de ter a produção em Portugal, 99% das vendas da Findster são internacionais, sendo os Estados Unidos, o Canadá e o Reino Unido os seus principais mercados.

A startup portuguesa marcou presença na última edição da Consumer Electronics Show (CES), a maior feira de tecnologia do mundo que decorre anualmente em Las Vegas, para apresentar o seu mais recente produto, o Findster Duo+. Além de incluir módulos à prova de água, destacam-se ainda melhorias de autonomia e conectividade com a aplicação.

Para mais informações, aceda a https://getfindster.com/

Deixe uma resposta

Por favor insira o seu comentário
Por favor insira o seu nome