Zarathustra, o gato que é uma verdadeira obra de arte

0
1275

A artista Svetlana Petrova encontrou no seu gato Zarathustra a sua fonte de inspiração. Este felino adorável que, segundo a artista, tem um carisma único, foi introduzido em algumas das obras de arte mais conhecidas da história.

“Eu sou apenas uma humilde assistente deste rei peludo, que gentilmente me permite usar todas as minhas habilidades em pintura, fotografia e photoshop para recriar obras-primas de artistas de renome do passado”, brinca a artista, recorrendo a uma linguagem antiga para descrever a sua obra.

Juntos, Petrova e Zarathustra “revisitaram” mais de 150 pinturas e juntaram-nas num livro intitulado “Arte do Gato Gordo: Obras-primas famosas e melhoradas por um gato com atitude”. O livro está disponível em livrarias online.

Entretanto, vejam aqui algumas das pinturas:

A imagem pode conter: 2 pessoas
Botticelli, The Birth of Venus
A imagem pode conter: 1 pessoa, texto
Leonardo da Vinci. Lady with a Cat pretending to be an Ermine (Portrait of Cecilia Gallerani)
A imagem pode conter: céu e ar livre
Pieter Bruegel the Elder, The Tower of Babel, 1
A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado e interiores
Johannes Vermeer, The Kitchen Maid and the Cat
A imagem pode conter: 11 pessoas
Rembrandt, The Night Watch
A imagem pode conter: pessoas sentadas e interiores
Velazquez, Venus at her Mirror
A imagem pode conter: 6 pessoas
John Trumbull, Declaration of Independence
A imagem pode conter: 1 pessoa, gato e interiores
James Abbott McNeill Whistler. Arrangement in Grey, Black and Ginger No. 1 Whistler’s Mother with the Cat
Texto alt automático indisponível.
Edvard Munch, The Scream, true version of 1895

Vejam AQUI todas as fotos

 

Deixe uma resposta

Por favor insira o seu comentário
Por favor insira o seu nome