Condenado a prisão efectiva por matar cadela grávida

O homem fez uma cesariana a sangue frio à cadela, que veio a morrer, e depois meteu os cachorros vivos no lixo. Numa decisão considerada histórica, o Tribunal aplicou 16 meses de prisão pela “crueldade”.

0
647

Um homem foi condenado pelo Tribunal de Setúbal, esta quarta-feira, a 16 meses de prisão efectiva por quatro crimes de maus tratos agravados a animais de companhia.

Trata-se da primeira pena de prisão efectiva aplicada por crimes exclusivamente praticados contra animais de companhia desde que a lei que penaliza os maus tratos a animais de companhia entrou em vigor. A Provedora dos Animais de Lisboa, Marisa Quaresma dos Reis, fala desta quarta-feira como “um dia histórico para o percurso dos direitos animais.”

Deixe uma resposta

Por favor insira o seu comentário
Por favor insira o seu nome