Santo Tirso cria cheque veterinário anual de 7.500 euros para animais em risco

Protocolo celebrado com a Ordem dos Médicos Veterinários vai avançar no início de 2019.

0
225
Joaquim Couto e Jorge Cid visitaram canil/gatil municipal de Santo Tirso

A Câmara de Santo Tirso vai avançar no início de 2019 com o cheque veterinário anual, no valor de 7.500 euros, destinado a custear a vacinação, desparasitação e esterilização de animais em risco do concelho, anunciou hoje a autarquia.

O presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Joaquim Couto, e o bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários, Jorge Cid, assinaram um protocolo para atribuição de cheque veterinário por parte do Município. Vacinação, desparasitação e esterilização de animais em risco são alguns dos tratamentos abrangidos pela medida.

“Depois da criação do canil/gatil municipal este é mais um grande passo que damos no sentido de promover o bem estar-animal, passamos agora, entre outro aspetos importantes, a ter condições para dar resposta a situações de urgência ”, explica o presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, Joaquim Couto. “Vamos avançar com um investimento anual em cheque veterinário de 7.500 euros, o que se traduzirá na atribuição de cheques para tratamento conforme as necessidades que vão sendo identificadas ” acrescenta.

O cheque veterinário tem como objetivo a prestação de cuidados de saúde dos animais em risco, nomeadamente no que se refere à vacinação, desparasitação e esterilização, bem como outros tratamentos e urgências 24 horas.

Para além de abranger os animais em risco, o cheque veterinário vai também poder ser utilizado para tratamentos a animais de famílias isentas do pagamento de contribuições sociais.

O cheque veterinário que será atribuído pelo Município apenas poderá ser usado nos quatro Centros de Atendimento Médico-veterinário do concelho.

Deixe uma resposta

Por favor insira o seu comentário
Por favor insira o seu nome