Lisboa aprova criação da “Patrulha Gato” recomendada pela Provedora dos Animais de Lisboa

Esta medida irá apoiar o programa CED que, em Lisboa, conta com cerca de mil colónias identificadas e intervencionadas e apoiará o trabalho da Higiene Urbana no controlo de ratos, de forma ética, sem impacto ambiental e sem riscos para a saúde humana.

0
1834

No dia 17 de fevereiro, Lisboa também celebrou o Dia Mundial do Gato com a aprovação do Programa “Patrulha Gato” resultante de uma recomendação da Provedoria dos Animais de Lisboa.

Inspirado no Programa “Blue Collar Cats” desenvolvido pela Humane Rescue Alliance em várias cidades dos Estados Unidos, a Provedora Marisa Quaresma dos Reis recomendou à Câmara Municipal de Lisboa, em dezembro de 2018, a criação de um Programa de realocação de colónias de gatos em risco ou capturados.

Este programa é dirigido aos animais que apresentem uma condição de saúde que justifique o seu encaminhamento para um ambiente mais controlado, melhorando a sua condição de vida e preservando a saúde dos restantes animais da colónia, 

“Esta Recomendação foi aprovada e está em vigor, por feliz coincidência, desde 17 de fevereiro de 2019” realça Marisa Quaresma dos Reis na página do facebook da Provedoria.

O programa será implementado no âmbito do Protocolo entre o Município de Lisboa e a Animais de Rua, celebrado em 2013, e no qual se estabeleceu a colaboração destas duas entidades na implementação do programa CED na cidade de Lisboa, muito antes da entrada em vigor da Lei n.º 27/2016 de 23 de agosto e da Portaria n.º 146/2017, de 26 de abril.

Fiquem atentos a esta nova força policial em Lisboa: a “Patrulha Gato”!

Deste modo, adianta a Provedoria dos Animais de Lisboa, as colónias de gatos realocadas ou os felinos individualmente realocados poderão “patrulhar” as áreas onde as queixas da existência de ratos são mais intensas.

Os estudos demonstram que os gatos não assumem o papel de predador, como seria de esperar, mas que a sua presença previne o aparecimento de ratos e outros roedores à superfície, coadjuvando assim, de forma ética e ambientalmente limpa, o trabalho da Higiene Urbana de Lisboa” acrescenta aquela nota da Provedoria que sublinha tratar-se de “Uma vitória 2 em 1 para os Animais de Lisboa!”

Consulte a Recomendação da Provedoria dos Animais de Lisboa AQUI

Consulte o Protocolo celebrado entre a Câmara Municipal de Lisboa e a Associação Animais de Rua AQUI

 

 

Deixe uma resposta

Por favor insira o seu comentário
Por favor insira o seu nome