Como ajudar um gato stressado a adaptar-se à sua casa

A adoção de um gatinho de rua nem sempre é um processo fácil. Mas, com alguma paciência, determinação e seguindo algumas técnicas bastante simples, vai ver que será possível conquistar a sua confiança.

0
328
Nídia Silva-Blog Universo de Gatos

Ao adotarmos um gatinho de rua, sabemos que nem sempre é possível conhecer a sua verdadeira história. Mas o facto é que uma grande percentagem desses gatinhos já passaram por situações dramáticas que vão muito além da nossa imaginação. Estes traumas muitas das vezes refletem-se na sua personalidade. Então como bons tutores e com alguma paciência teremos de conquistar a sua confiança.

Conheça alguns pontos a ter em conta para adaptar um gato semiferoz à sua casa.

1. Limites de respeito

Uma das melhores formas de conquistar a confiança de um gato stressado é respeitar os seus limites. Fique atento às suas reações e à sua atenção. As suas orelhas estão viradas contra a sua cabeça? Ou ele parece curioso? Poderá demonstrar-lhe que o compreende e se preocupa com o que ele sente. Assim será mais fácil ele ficar relaxado, uma vez que ele percebe que irá colaborar ao seu ritmo e respeitará as suas pistas.

2. Liberdade

Um dos processos mais estranhos para um gato que está habituado a viver em liberdade está relacionado com a primeira fase. De um momento para o outro ele passa a viver num espaço fechado. Para o ajudar a ultrapassar este momento, coloque-o num espaço seguro e confinado que lhe dê acesso fácil a todas as suas necessidades essenciais (caixa de areia, poste para arranhar, comida, água, brinquedos etc). Mantenha-o numa pequena sala para o ajudar a tornar-se familiar e confortável com o seu ambiente, enquanto ele absorve todos os sons e cheiros da sua casa.

3. Processo de socialização

Se adotou um gatinho que já tenha passado por alguma associação e foi socializado adequadamente, possivelmente não irá necessitar de muito tempo para o ajudar a familiarizar-se. Por outro lado, se veio diretamente da rua irá necessitar de mais tempo. Embora os gatos sem abrigo possam ter interagido com seres humanos, eles desconfiam e são por norma mais nervosos. Terá de ter alguma paciência até ao processo de socialização estar concluído.

 

Uma das melhores formas de conquistar a confiança de um gato stressado é respeitar os seus limites. Fique atento às suas reações e à sua atenção

4. Compartilhar espaço

Não precisa de brincar constantemente com um gato para que o seu tempo seja produtivo. Pode simplesmente estar na mesma sala com ele enquanto lê um livro, enquanto trabalha no seu computador. Reservar algum tempo para estar ao pé dele irá permitir que o observe mais e se familiarize com o seu cheiro, sons, etc. À medida que você passar mais tempo com ele, irá ensinar-lhe que você não é uma ameaça.

5. Brincar

Os gatos adoram brincar e a maioria não pode resistir ao fascínio de uma varinha ou um ratinho de peluche. Brincar com um gato é uma ótima maneira de o ajudá a associar felicidades e diversão.

Tire 15 minutos e conquiste a confiança do seu gatinho com algumas sessões de brincadeira, acredite que irá ajudar a libertar o stress diário tanto para si como para ele.

6. Toque moderado

Quando se trata de tentar tocar num gato stressado, é importante que o faça lentamente e que fique em sintonia com as suas pistas visuais e vocais. Se forçar tocar num gato que lhe está claramente a dizer para recuar pode resultar em lesões graves e traumas emocionais para ambos. Invista no processo, respeite os seus limites e toque-lhe apenas quando a sua linguagem corporal lhe disser que está tudo bem.

 

A adoção de um gato de rua pode nem sempre ser fácil. Com alguma paciência teremos de conquistar a sua confiança.

7. Voz suave

Os gatos podem não entender o que está a dizer, mas eles certamente recebem muita informação sobre si e sobre o ambiente da sua linguagem corporal e tom de voz. Falar numa voz suave pode ajudar um gato assustado a sentir-se mais calmo.

8. Bom tratamento

Por fim, a maioria dos gatos é muito orientada para a alimentação e o tratamento. Então, os deleites podem ser uma ótima ferramenta quando se trata de convencer um gato a continuar com um determinado comportamento. Mostre ao seu gato que aprecia os seus esforços e o seu progresso oferecendo petiscos para encorajar etapas positivas, como estar na mesma sala consigo sem se esconder e dedicar algum tempo para brincar.

 

Deixe uma resposta

Por favor insira o seu comentário
Por favor insira o seu nome