A incrível história de Huru, o gato resgatado de festival na China

71
5399

Essa história é tão linda que fica impossível, mesmo para mim acostumada a tais temas como jornalista, escrever sem ficar emocionada. O gato Huru estava num matadouro de Yulin (China) da onde foi resgatado para atravessar dois oceanos.

Primeiro foi parar nos EUA de avião onde ganhou um lar. E mais recentemente foi de navio para o Reino Unido acompanhando a mudança de casa da família.

Acredito que alguns bichinhos têm uma missão especial na Terra. A de Huru foi chamar a atenção para um dos mais cruéis festivais do planeta, o “Dog and Cat Meat Festival” e, por isso, ele se tornou “Embaixador de Yulin”, um símbolo contra o comércio de carne de gato e cachorro que aliás, ocorre também em outros países asiáticos.

Quem vê como Huru está hoje, peludo, limpo e de olhar sereno não consegue imaginar pelo que ele passou em 2015 quando uma foto sua percorreu o mundo todo. Agarrando-se desesperadamente às grades de um matadouro na China, de onde podia assistir outros gatos sendo mortos das formas mais brutais, Huru chamou a atenção do Dr. Peter J. Li, da HSI – Humane Society International, que estava em missão no local com uma pequena equipe.

Quando eles chegaram no matadouro para uma visita, Huru pulou nas grades. Dr. Li tirou a foto e disparou nas redes sociais.

Montagem postada no facebook do Dr Peter Li

“Ele estava num estado deplorável, sujo e parecia me dizer – por favor, não vá embora sem mim. Seus olhos eram de cortar o coração e ele estava claramente aterrorizado. A coleira ainda ao redor de seu pescoço era prova de que ele vinha de um lar amoroso ou tinha sido um gato de rua cuidado por amantes de gatos da vizinhança”, disse à imprensa na época o ativista chinês que é especialista em Política e Direitos dos Animais e Política Ambiental.

Outra integrante da HSI, Wendy Higgins, explicou na ocasião aos jornais que, normalmente os resgates focam a libertação de todos os animais de um matadouro, sem deixar ninguém para trás, mas esse episódio de 2015 foi atípico e eles tiveram poucos minutos para escolher alguns, antes que o dono do matadouro mudasse de ideia e os fizesse sair de mãos vazias.

Ao observar o matadouro, o Dr. Li também notou a presença de um gato amarelo que parecia seguir Huru. Calculou que podiam ser companheiros ou talvez tivessem vindo do mesmo lugar. Resolveu salvar ambos além de outros dois cães pequenos. “Eu estava exultante por ter conseguido colocá-los para fora, mas com o coração partido para com os outros que tiveram de ficar”, relatou.

“Huru escapou do abate previsto para o dia seguinte de nossa visita. Ele tinha um cheiro horrível e estava visivelmente desidratado. Não havia nada em seus olhos além de tristeza”, comentou Dr. Li em seu facebook.

Huru ganhou o título de “Embaixador de Yulin” e virou símbolo da luta contra um dos mais cruéis eventos do planeta.

Huru beija Yulu quando ainda estava em abrigo nos EUA

Um mergulho do inferno ao paraíso: Huru e Yulu (o outro gatinho salvo) saíram de Yulin para Pequim onde receberam os primeiros socorros e, em agosto de 2015, voaram para a Washington Animal Rescue League nos EUA, onde foram colocados para adoção. A foto de Huru no matadouro ajudou a arrecadar o suficiente para esta viagem. Poucos dias depois Huru já tinha sido adotado por uma família residente em Virgínia, também nos EUA, que até criou um instagram para ele. Entre fotos e vídeos, os tutores de Huru contam que ele adora assistir TV e brincar de esconde-esconde. Vale a pena ver https://www.instagram.com/huruyulinsurvivor/

A família que Huru ganhou já tinha outros seis gatos, mas ele se adaptou muito bem e, apesar de todo o trauma, preservou sua personalidade amorosa. É carinhoso com os outros felinos, mas tem um amigo em especial, o Brian, que tem dificuldade de locomoção. Os dois se divertem muito juntos e, curiosamente, Brian lembra bastante Yulu. No fim do ano passado Huru e seus seis ”irmãos” se mudaram para o Reino Unido tendo assim que atravessar mais um oceano só que, dessa vez, de navio e rumo ao Reino Unido.

Huru com Brian, seu melhor amigo – foto Instagram

Sem a fama de Huru, o gatinho amarelo Yulu levou alguns meses para ser adotado, mas também acabou sendo acolhido por uma família. O cão preto e branco resgatado no mesmo dia recebeu o nome de Ricky em homenagem a Ricky Gervais que é um grande defensor dos animais. Ricky também foi para o abrigo dos EUA e ganhou um lar. Já um cãozinho menor morreu duas semanas depois do resgate, em Pequim, apesar de todo o esforço em salvá-lo.

A incrível história de Huru – “Embaixador de Yulin”

Assista o vídeo e passe adiante para tocar mais corações!

Como trabalham a HSI e os ativistas chineses

Dr Peter LI no dia do resgate com os quatro animais

A ONG Humane Society International explica que além do Festival anual de Yulin existem muitos matadouros em toda a China funcionando diariamente. Assim, embora Yulin tenha simbolizado a imensa crueldade desse comércio, é importante lembrar que 10 milhões de cães e 4 milhões de gatos são mortos a cada ano naquele país.

Em atenção ao meu contato, que traduzia a imensa preocupação com a legalidade desse comércio, a HSI me enviou mensagem explicando que esse festival foi criado em 2010 pelos comerciantes de carne de cachorro e gato, e que as autoridades locais apoiaram o evento esperando atrair turistas. Só que, em vez disso, o festival foi um desastre de relações públicas para Yulin, ganhando condenação local e internacional.

Os responsáveis pela ONG dizem ainda que “diante de tal horror, conseguir uma mudança na China pode parecer frustrantemente lento, mas o progresso está sendo feito”. O Festival de Yulin tornou-se mais discreto e menor. A HSI ajudou a estabelecer a China Animal Protection Power (CAPP), um grupo de ativistas que alertam a polícia para caminhões na estrada lotados de cães e gatos a caminho dos matadouros. Como estes animais são em grande parte adquiridos ilegalmente, o CAPP pode pedir à polícia que confisque os animais para serem entregues à HSI para reabilitação e adoção.

Yulu ainda aos cuidados da HSI Humane Society International

A ONG ressalta também: “O resgate direto de animais é apenas uma parte de nossa estratégia geral. Nós estaríamos apenas limpando o vazamento com a torneira ainda vazando”. A entidade diz que apenas 20% da população da China consome carne de animais domésticos e que há uma nova geração de jovens ativistas chineses que se opõem veementemente ao comércio de carne de cachorro e gato. Eles são o futuro da China e a esperança dos cães e gatos que lá vivem.

Acompanhe as ações da HSI pelo site https://www.hsi.org/ e  instagram https://www.instagram.com/hsiglobal/ E conheça o trabalho da http://www.humanerescuealliance.org que é a ONG que acolheu os sobreviventes de Yulin por meio da Washington Animal Rescue League nos EUA até serem adotados. Outros “Hurus”, “Yulus” e cãezinhos agradecem!

Os primeiros momentos de liberdade

Assista o vídeo (em inglês) da Amina Ismail for Medill News Service com imagens de Huru e Yulu logo depois de resgatados

Petição pelo fim do Festival de Yulin

Esse ano, o Festival de Yulin será realizado entre 21 e 30 de junho. Estima-se que 10 mil gatos e cachorros sejam mortos, muitos deles roubados de suas casas. Curiosamente, uma petição contra o Festival de Yulin, criada no Brasil, já arrecadou mais de 2 milhões de assinaturas, mais que outras petições mundiais. Clique na imagem para assinar e repassar.

VENCEDOR DO ÚLTIMO SORTEIO

Na matéria dessa coluna da semana passada “Gatos Esquisitos ou mais evoluídos?” houve sorteio de um comedouro ergonómico de gatos da Mr. Bigode: mais alto propiciando conforto anatómico, com o pratinho côncavo para reter a comida no centro e antiformigas. A vencedora foi a Cintia (email cinfran@). O vencedor dos sorteios é sempre revelado na matéria seguinte, lembrando que essa coluna é publicada às quintas-feiras. O sortudo recebe o brinde em casa!

GANHE UMA ASSINATURA ANUAL DA VERSÃO DIGITAL DA REVISTA MIAU MAGAZINE!!!!

Dianna e Rebecca Selvagem com a sua revista favorita!

O prémio dessa semana é sensacional! Uma assinatura digital anual da Miau Magazine, a revista mais felina do mundo! Para concorrer basta deixar um comentário ao final desta matéria. Diga o que você achou da história do Huru ou do trabalho heróico da HSI.

Você conhece alguma outra emocionante história de gatinho sobrevivente? Conte para nós!

Obrigada e até a próxima quinta-feira!

Fátima ChuEcco

Fátima Chuecco é uma jornalista brasileira especializada em matérias sobre animais e apaixonada por gatos. Mora em SP com suas gatas Dianna e Rebecca Selvagem.

Author: Fátima ChuEcco

Fátima Chuecco é uma jornalista brasileira especializada em matérias sobre animais e apaixonada por gatos. Mora em SP com suas gatas Dianna e Rebecca Selvagem.

71 Comentários

  1. A matéria é uma mistura de tristezas e alegrias muito emocionante quanta crueldade, eita mundo injusto graças a Deus existem pessoas maravilhosas que tem amor inconficional por bichinhos. Me emocionei, parabéns

    • Obrigada vera… eu fiz questão de mostrar a história do Huru porque além de ser incrível, ajuda a mostrar que precisamos nos unir para isso acabar. Huru já atravessou duas vezes oceanos com essa linda mensagem.

  2. Gente, não tem como não se emocionar com a matéria! Isso tem que acabar! É um absurdo esse festival! Enquanto lutamos diariamente contra o abandono de animais, esses bárbaros os roubam de seus lares pra comer! Triste..

    • Hellen… é realmente uma história emocionante e, infelizmente, uma situação que ainda persiste… mas vc viu como pessoas do mundo todo estão se unindo com os chineses para acabar com isso? existe esperança.

      • Pois é Fátima, eu vi! Tomara que essa crueldade seja proibida e que essa nova geração tenha mais consciência e acabe de vez com isso! 🙏

  3. Essa matéria me deixou muito triste e angustiada….. espero do fundo do meu coração, que, uma nova geração possa mudar a realidade de tantos pets na China…..e em outros países asiáticos…. a divulgacão desses costumes nesses países, se torna sempre muito necessário para que o mundo todo tome consciência e ajude na luta para o seu fim… parabéns pela matéria 👍🏼

  4. Muito emocionante a história de Huru ! Inacreditável que esse tipo de festival ainda faça parte do calendário de países asiáticos. Um certo alento surge ao saber que as novas gerações são contrárias a essa barbárie.

  5. Linda matéria, Fátima! Espero que o mundo todo lute para acabar com esse crime brutal contra esses animaizinhos tão inofensivos e carentes de amor e carinho!🙏❤️

  6. É muito triste ver o que os seres humanos fazem com seus irmãos. Essa matéria me deu muita tristeza mas é muito importante para chamar a atenção das pessoas sobre esse absurdo. Mas infelizmente, muitas ainda toleram o morticínio contra aa vacas, carneiros, peixes e outras espécies. Rezo para que essas práticas sejam eliminadas desse planeta. Obrigada Fátima. Matéria muito bem feita com vídeos informativos. Adoro os seus filminhos, embora no de hoje não estavam presentes a Rebecca e a Diana.

    • Debora… agradeço o feedback… vc é sempre tão participativa… rebecca selvagem e dianna voltam em breve em outro tema… eu adoro fazer “filminhos” e fico feliz de saber q vc os aprecia. Aliás, Rebecca e dianna estão na foto que chama atenção para o sorteio da assinatura da revista… agora deu da rebecca querer aparecer mais nas fotos…

    • Debora, muito interessante você chamar os outros animais que vivem aqui no planeta de irmãos, pois é exatamente isso: são nossos irmãos. Também fico horrorizada com o comportamento da humanidade em relação a esses seres. Escravizam, humilham, torturam e matam. Esquecem que são seres vivos, com o mesmo direito que nós, humanos, temos de viver nesse planeta. Mercem respeito e dignidade. Não somente os gatos e os cachorros. Todas as criaturas são dignas de amor, carinho, alimentação e serem tratadas com respeito. Assim deveria ser a vida na Terra para todas as criaturas.

  7. Nossa que triste, mas com final feliz…esses gatinhos tem mesmo uma grande missão… Feliz deles terem encontrado pessoas sensíveis e de carácter q os salvaram e através deles muito estão sendo salvos…por esses atos ainda acredito no ser humano…

  8. Muito gratificante saber que esses festivais horrendos estão aos poucos acabando, história emocionante e triste ao mesmo tempo. Huru é um embaixador muito lindo. Adoro gatos, agora tenho 4 comigo, mas já ajudei muitos outros e sou madrinha de uma no Rio de Janeiro. Fátima adoro suas matéria e tenho o livro da Aghata Borralheira, sinto muita saudades dela, bjs.

    • Elaise… eu AMO encontrar alguma seguidora da página da Ághata que agora está sob direção da Dianna, Rebecca, Fantasma e Monstro. E amei saber que vc tem o livrinho da Ághata. Tb sinto falta dela. Adorei saber que vc tem 4 gatos e é madrinha de mais um no Rio. Muito obrigada pelo feedback e sim… está acabando aos poucos esse festival… a luta continua.

  9. Fiquei muito triste lendo essa matéria. 😢
    Não sabia que existiam esses tipos de “festivais”! Que coisa mais insana e cruel. Não consigo parar de pensar nos gatinhos e cachorrinhos sacrificados! 😭
    Espero muito que as novas gerações acabem com isso!

    • Luciane… é triste mesmo, mas quanto mais pessoas souberem, mas chance existe desses animais serem libertados desse martírio. No entanto, temos o exemplo do Huru, que está carregando uma bela mensagem por onde passa…. um símbolo de resistência… um exemplo do que o amor é capaz. Temos que nos unir aos chineses que lutam contra isso.

  10. Fátima, é muito triste saber que estamos no século 21 , é ainda tem países que fazem essa crueldade com os animais. E é ótimo ter uma mídia como essa revista que se preocupa com o fato é esclarece a muitas pessoas o que ainda acontece nesses país com os indefesos peta.

  11. Fiquei muito emocionada com esta história.
    É um trabalho de formiguinha conscientizar e até mudar hábitos de um país.
    Um passo de cada vez. =^•^=

    • Andreia…vc tem razão. A própria HSI comentou na mensagem enviada a mim que parece que tudo está lento e isso pode parecer frustrante, mas na verdade as coisas estão mudando aos poucos. Pena que há tantas vidas inocentes envolvidas.

  12. ótima matéria …. terrível saber desse Holocausto animal …. que as novas gerações acabem com isso …

  13. Linda matéria Fátima. O que as pessoas não percebem que eles só querem viver. Eles tem o direito de viver como todo mundo. Por que o ceifador não ceifa a si próprio já que gosta tanto de morte?

  14. Todo ano é este inferno deste festival de Yulin … quanta tristeza nesse massacre! … ótima matéria e vídeo, a sonoplastia foi perfeita para a narrativa! Parabéns! … vejo que a “cinegrafista amadora” está se profissionalizando rapidamente!

  15. Não me conformo com o fato de terem resgatado APENAS 2 gatos e 2 cachorros(sendo que um deles morreu), não dava para salvar mais??? COMO esse “festival” GROTESCO ainda resiste???
    E como podem ROUBAR o gato de alguém(já que a autora afirma que Hulu estava de coleira)???
    Bando de selvagens! Não compramos mais NADA que venha da China!!!

    • Tui, vc leu a matéria toda? uma integrante da HSI explica que normalmente eles levam todos os animais embora num resgate, mas esse caso foi atípico e eles só conseguiram poucos minutos para tirar quatro animais. E quanto ao roubo de animais já é sabido que muitos deles têm casa, aliás, esse é um dos trunfos dos ativistas para convencer o governo a proibir o comércio. Mas é preciso ressaltar que não dá pra generalizar. Muitos chineses estão arriscando a própria vida para salvar animais desses festivais. Veja a matéria até o fim.

  16. Evoluímos intelectualmente e tecnologicamente, mas alguns costumes ainda são tão bárbaros!
    Não é impossível, mas ainda vai levar um bom tempo para que as pessoas entendam que não temos direito de exercer domínio sobre outras espécies, causando dor e sofrimento a seres sencientes como nós.

  17. Eu cheguei a ler à respeito do Gatinho Huru (que na época ñ tinha nome ainda, vi sua foto agarrado às grades da gaiola onde ele é outros gatos estavam)!Essa imagem Nunca mas saiu de minha cabeça, à gente sabe que “existe esses rituais”Mas nunca imaginamos como os pobres gatos e cães ficam aterrorizados, sofrem!E hoje após ler está LINDA E MARRAVILHOSA MATÉRIA, FIQUEI SUPER FELIZ EM SABER QUE HURU, ESTÁ VIVO,SAUDÁVEL E LINDO!
    Torço p/que estes festivais de carnificina de gatos e cães Acabe!!!
    ❤🐈❤🐕❤🐾🐾🐾🐾🐾🐾🐾🐾

  18. Isso é um horror! É inconcebível que práticas assim ainda aconteçam. O pessoal da China precisa acordar , arregaçar as mangas e ir à luta para dar um basta a este festival nojento. Somente eles, com a ajuda de câmara de vereadores e deputados poderão fazer algo para mudar a lei e coibir tal prática.

    • gladis… vc leu a matéria até o fim? comento o trabalho da HSI na China que conta com a ajuda de muitos chineses. Eles são fundamentais para conseguir proibição de Yulin e de outros locais que vendem cachorro e gato.

  19. Muito emocionante essa matéria!! Mas não é só lá não, aqui no Brasil, o pessoal brinca com o churrasquinho de “gato”, mas ele existe!! Muitos nem sabem que estão comendo gato, pois são feitos em espetinhos nas ruas mesmo!! É incrível, mas existe

    • sandra… além do churrasquinho que pode ser de gato, alguns restaurantes chineses e coreanos já foram fechados em sp por conta de venderem cachorro e gato. No Brasil é proibido esse tipo de comércio. Cães e gatos, animais domésticos, são protegidos por lei e seu consumo é proibido no Brasil. Por isso, havendo suspeita de locais que vendem cachorro e gato é necessário denunciar.

  20. Sinto uma mistura enorme de tristeza e revolta contra esse festival chinês e esse costume medonho de comer carne de cachorros e gatos. Mas penso que isso se aplica a outras espécies animais que também sofrem ao serem (mal)tratadas como alimento para os seres humanos. O sentimento de medo e pavor deles é o mesmo… Até que ponto o costume de comer carne é HUMANO???? Gostaria de convidar a quem está lendo meu comentário a se tornar pelo menos vegetariano. Quem sabe até vegano??? Que Deus nos ajude! 😥

  21. Pessoas Atrasadas, isso tem que ser proibido e fiscalizado. Sofrimento, maus Tratos e morte. Essas pessoas precisam ser punidas para que todos aprendam que isso ‘e um CRIME BARBARO

  22. Porquê tanta malvadeza para com os animais, eles são puros e amorosos e é a mais perfeita criação de Deus. Devemos boicotar todos os produtos oriundo da China até eles pararem com esses festivais imbecis que tanto maltratam os bichos.

  23. Não só para mim, mas para todos que amam e protegem animais, este festival é o pior dos horrores, que acontece no mundo.
    A felicidade de poucos que conseguem ser salvos, ainda é muito pequena, diante da quantidade de sacrificados que culturas estranhas promovem.
    Huru e seu companheiro serão sempre um símbolo da luta pela sobrevivência; porém este mal, tem que ser erradicado para sempre.

  24. Muito tocante a história desse resgate. Eu penso assim, se lá na China eles acham que tem muitos gatos e cachorros e que precisasse fazer um controle da população de animais, pq simplesmente não pegam os animais abandonados nas ruas, leva para um abrigo, dá comida e ração e depois dá uma injeção letal?.
    Sei que a maioria aqui não irá concordar comigo, mas creio que seria muito melhor do que matar os animais da pior forma possível.

    • Anthony… a morte desses animais não tem a ver com controle populacional e sim com intenção de incentivo ao turismo e como iguaria culinária. Mas tomara que isso acabe da melhor maneira possível sem que os animais virem comida e sem que sejam mortos de outras formas. Obrigada pelo feedback.

  25. Uma lastima ver tantos animais sofrendo e morrendo fico com meu coracao apertado em ver essas materias mas e a verdade temos que acabar com essa crueldade nao consigo imaginar a dor desses animais que amo tanto!

  26. Esse ‘festival’ que nada mais é que um show de horrores passou da hora de acabar! Não sei como a China não decreta ilegal tamanha tortura e cruelade aos animais! Não desejo nada além de dor e sofrimento aos que fazem isso!!!! Espero que o maior número de animais possam ser resgatados, oxalá impeçam essa porcaria de ‘festival’ de começar! Isso é uma desgraça para a raça humana.

  27. É inacreditável, inadmissível que seres intitulados humanos, façam isso com criaturas tão doces e indefesas… Os animais independentemente da espécie merecem todo amor e respeito!!!! Essa história é emocionante e ao mesmo tempo repugnante…
    Parabéns aos ativistas que lutam pela vida desses seres magníficos…

  28. Nossa, difícil digerir tanta crueldade mas com a Graça de Deus existem pessoas e entidades que tentam reduzir tanto sofrimento, que sejam abençoados estas organizações e pessoas na luta pelo bem, que um dia possamos todos viver em harmonia: pessoas e animais.

  29. Que emocionante história !! O olhar do Huru no matadouro deixa transparente o seu desespero e ânsia pela sobrevivência. Ele foi agraciado pela generosidade de um homem que foi tocado por esse olhar. Benditos aqueles que vêem os animais com olhos de amor e misericórdia, porque eles são seres indefesos e que necessitam de nossa proteção e cuidado !! São nossos irmãos em grau evolutivo inferior, mas em matéria de afeto e pureza, superam em muito o ser humano ..!

  30. Olá, parabéns por compartilhar uma estória belíssima como essa. Fiquei extremamente feliz em saber disso. Finalmente há pessoas e organizações que podem enfrentar e agir contra essa crueldade. Se eu morasse na China, estaria junto com eles, com toda certeza! Que cada dia mais, as pessoas participem e ajudem esses seres tão especiais e companheiros que temos a honra de dividir a nossa vida junto a eles.

  31. Achei essa historia muito linda e graças a Deus com um final bem feliz. Fiquei pensando nos pobres ativistas chineses, porque se em paises civilizados ja e muito dificil se dedicar a essa causa tao nobre, imaginem naquele inferno …Aqui as pessoas fazem maldades mesmo sendo ilegal… la as coisas horrorosas recebem o rotulo de “cultura”.
    E ainda ganham por tabela o xingamento mundial por serem chineses.. mesmo sendo diferentes dos demais.
    Que um dia os ativistas chineses sejam muitos e consigam seus propositos, assim como todos os ativistas do mundo todo

    • Jupira… obrigada pelo comentário…tb torço para que os ativistas chineses consigam sensibilizar a população e essa o governo. Os comentários não são liberados automaticamente. Para impedir comentários de hackers eles passam por um filtro.

  32. Meu coração chora, e não tenho palavras para descrever o que estou sentindo, só peço a Deus q abençoe todos esses anjos q cuidam de anjos indefesos e q não demore muito para q o sofrimento dessas criaturinhas amadas tenha fim.

Deixe uma resposta

Por favor insira o seu comentário
Por favor insira o seu nome