Coreia do Sul vai testar cães e gatos com sintomas de Covid-19

Cães e gatos com sintomas serão testados para Covid-19 em Seul

0
113

Cães e gatos que apresentem sintomas de infecção causada pelo novo coronavírus serão testados para Covid-19 em Seul, capital da Coreia do Sul. Os animais de estimação que tiverem febre ou dificuldades respiratórias deverão ser levados pelos tutores aos locais de testagem.

As informações são do Uol e do Diário do Nordeste

Num primeiro momento, o Município de Seul recomendou que apenas cães e gatos que tiveram contato com humanos portadores do vírus passem pela verificação.

Caso o diagnóstico seja positivo, o animal deve ficar em casa. Diferente da recomendação de isolamento para humanos, na cidade os pets não precisam ficar em quarentena, já que não há indícios de que eles sejam capazes de transmitir o novo coronavírus.

A ação foi tomada após o país registar, no fim de janeiro, o primeiro caso de gato infectado pelo vírus. A suspeita é que duas mulheres diagnosticadas com a doença tenham tido contato com animal durante uma hospedagem.

Casos de infecção por Covid-19 em animais foram registrados em diferentes partes do mundo, como no Brasil, nos Estados Unidos e na Bélgica, mas, até o momento, não há indícios de que qualquer espécie exerça papel importante na cadeia de transmissão entre humanos.

Como prevenir que o animal se contagie  

Para evitar o contágio do seu pet é necessário que o dono também esteja seguindo as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS). Pois, embora os animais domésticos não possam transmitir a doença para seus cuidadores, o inverso pode acontecer, explica a virologista, professora do curso de Medicina Veterinária da Universidade Estadual do Ceará (Uece) e membro do Grupo de Trabalho de Combate ao Coronavírus na Uece, Maria Fátima da Silva Teixeira.

“Os principais cuidados para proteger o seu bichinho é o seguinte: evitar aglomerações”, diz Maria Fátima. Segundo a virologista, o recomendado é também não permitir que outras pessoas acariciem o animal, “porque elas podem ter o vírus nas mãos e transmitir”.

Meu pet está com Covid-19, o que fazer? 

O tratamento será semelhante ao adotado por humanos: evitar que o bichinho tenha contato com outros para impedir que ele transmita para outros animais. É necessário fazer a desinfecção do ambiente em que ficará isolado e higienizar bebedouros e comedouros. Além de “deixá-lo mais à vontade, menos estressado, procurar algum tipo de brinquedo em casa, para que ele possa se distrair e não ficar muito estressado”, detalha Maria.

Confira AQUI todos os artigos sobre ANIMAIS E O CORONAVIRUS

Miau Magazine
Author: Miau Magazine

teste

- Advertisment -

Deixe uma resposta

Por favor insira o seu comentário
Por favor insira o seu nome