Deliciosas fotos felinas enchem os olhos e alegram o coração

6
734

Qual amante de gatos não adora fotos desses adoráveis pequenos felinos? Parece até que eles nasceram para brilhar em fotografias. As poses, os olhares tão comunicativos, os lugares inusitados em que eles dormem ou se enfiam… é sempre uma delícia ver fotos de gatos.

Como já dizia o escritor Charles Bukowsky “Os cães têm mais estilo que os homens e os gatos têm mais que os cães”.

Aliás, quem não gostaria de ganhar a vida clicando essas admiráveis criaturas? Pois essa é a vida de Rachael Hale, famosa fotógrafa de animais neo-zelandesa que já publicou inúmeros livros com suas imagens no estilo mais “fofo” possível. Vejam a seguir:

Outro respeitável trabalho com animais é da fotógrafa Kim Levin, cujas maravilhosas fotos de gatos estão reunidas na trilogia “Cattitude” em parceria com Christine Montaquila – uma preciosidade que tive a sorte de encontrar numa livraria muitos anos atrás.

Kim também fotografa animais de ONGs de proteção animal como uma forma de ajudar as entidades.

O melhor do trabalho dela é que as fotos dão asas à imaginação, como a imagem que abre esse artigo de um casal de gatos que parece discutir as notícias do dia logo no café da manhã, e as que legendei abaixo:

“Pode sair de casa se quiser, mas nosso filho fica comigo”
“Eu posso andar de pé e também faço xixi no lugar certinho”

Outra raridade que compartilho com vocês, amantes de gatos, são algumas imagens do livro “Por qué pintan los gatos” de Heather Busch e Burton Silver.  A obra, de 1995, reúne fotos de gatos pintores ou com outros talentos artísticos, fruto de uma pesquisa dos autores sobre esse lado criativo, mas pouco ou nada conhecido dos gatos.

O livro gerou muita polêmica na época de seu lançamento porque para muitas pessoas as imagens não eram totalmente reais. Bom… eu amo esse livro!

Tirem suas próprias conclusões nas fotos abaixo onde gatinhos criam imagens e um gato transforma uma cadeira numa “instalação artística”:

Outro livro bem interessante e que pode inspirar ONGs que salvam gatinhos é o “Shelter Cats” (Gatos de Abrigo), de Michael Kloth, e que retrata alguns dos filhotes acolhidos pela ONG Woodford Humane Society do estado de Kentucky, nos EUA.

O trabalho visa estimular a adoção e a doação de recursos para a entidade.

Imagens de gatos em diversos países é outra “peça rara” entre os livros especializados em fotografias felinas chamado “All the cats in the world” (Todos os gatos do mundo), de Jesse Hunter.

Tem Jordânia, Croácia, Turquia, Japão, Grécia, Espanha… mas não tem Brasil nem Portugal. São fotos lindas! Vejam abaixo:

E o que dizer das fotos do livro “Cats 24/7” de Rick Smolan e David Elliot Cohen? Sem palavras.

Vejam:

Gatógrafos brasileiros premiados pela Miau Magazine

No recente concurso dirigido a “gatógrafos” do mundo todo, promovido pela Miau Magazine, três brasileiros foram premiados. Apolo Sales Salomão, de SP, ganhou na categoria “Gato de Rua” clicando um gatinho maravilhoso na cidade de São Tomé das Letras, em Minas Gerais.

Ele conta que depois de fotografar o bichinho nunca mais o viu.

Foto vencedora do concurso da Miau Magazine

Apolo tem seu próprio gato, o Shiva, e participou este ano da exposição “Animais do Coração”. “O motivo de gostar de fotografar animais é pelo fato de retratar seres que fascinam qualquer pessoa.

Mesmo sem falarmos a mesma língua parece que conseguimos sentir o que eles querem passar pelo olhar”, diz.

Shiva, o gato do gatógrafo Apolo Salomão
Foto de Apolo Salomão na exposição “Animais do Coração”

Sabrina Nas, de Florianópolis, capital de Santa Catarina, ganhou na categoria “Gatos a Brincar” e comenta : “Amo a essência, a beleza e a espontaneidade dos animais. Poder fotografar isso é sensacional. Estar perto dos animais me realiza. Amo o que faço!”. Sabrina tem duas gatas, a Luna e a Nina.

Foto de Sabrina Nas vencedora do concurso da Miau Magazine
Sabrina com as gatas Luna e Nina

Elayne Massaini, de SP, venceu na categoria “Gatinhos”. Ela clicou seu próprio gatinho chamado Mogli. “Ele tinha dois meses de idade quando foi resgatado pelo meu filho de um atropelamento e do qual, milagrosamente, saiu ileso. Os anjos o jogaram do céu quatro meses após a partida de outro gatinho nosso com apenas 1 ano e meio de idade”, relata a fotógrafa em seu facebook.

Mogli, gatinho de Elayne, ganhou o concurso da Miau Magazine

Prontos para fotografarem seus gatinhos de tudo quanto é jeito ou já acabaram com a memória do celular de tanto fotografá-los?

Depois dessa viagem fotográfica encerro a coluna de hoje convidando para acessarem a página de minhas gatinhas Dianna e Rebecca Selvagem onde há muitas fotos e filmes delas https://www.facebook.com/aghataborralheirabook

Obrigada e até quinta que vem!

Author: Fátima ChuEcco

Fátima Chuecco é uma jornalista brasileira especializada em matérias sobre animais e apaixonada por gatos. Mora em SP com suas gatas Dianna e Rebecca Selvagem.

6 Comentários

  1. Quantos gatinhos lindos. Pra mim todos os gatos são fotogênicos eles sabem e sentem que estão sendo fotografado se a todos que fazem esse trabalho parabéns fofinha a matéria 👏👏

Deixe uma resposta

Por favor insira o seu comentário
Por favor insira o seu nome