Dove e The Body Shop pedem à UE para manter proibição de testes de cosméticos em animais

0
50

Dove e The Body Shop juntaram-se à PETA, Cruelty Free Europe, Humane Society International, Eurogroup for Animals e à European Coalition to End Animal Experiments (representando um total de 100 organizações de 26 Estados-membros da UE), para mobilizar, urgentemente, um milhão de cidadãos europeus, de forma a salvaguardar a cosmética livre de crueldade animal na Europa, após ameaças à proibição de testes em animais para fins cosméticos, imposta pela UE anteriormente.

As duas marcas de beleza uniram agora forças para incentivar os consumidores a agir, com o objetivo de salvar a proibição europeia de testes em animais, assinando uma iniciativa de cidadania europeia (mecanismo para os cidadãos da UE ajudarem a moldar a Europa, propondo a criação de novas leis à Comissão Europeia). Assim que uma iniciativa atinge um milhão de assinaturas, a Comissão decide as ações a tomar.

Em 2004, após décadas de campanhas feitas por consumidores, organizações de proteção dos animais e empresas, a UE baniu os testes de cosméticos em animais. Em 2009, proibiu os testes de ingredientes de cosmética em animais e, em 2013, proibiu a venda de cosméticos testados em animais. A abordagem da UE tornou-se num modelo para a alteração regulamentar de vários países por todo o mundo.

No entanto, os recentes requerimentos de testes por parte da European Chemicals Agency destroem estas proibições e ameaçam o progresso adicional que o Parlamento Europeu tem vindo a defender desde 2018: uma proibição global de todos os testes de cosméticos em animais até 2023.

Fonte: Grande Consumo

Miau Magazine
Author: Miau Magazine

teste

- Advertisment -

Deixe uma resposta

Por favor insira o seu comentário
Por favor insira o seu nome