Observatório Nacional para a Defesa dos Animais disponibiliza aos Municípios Portugueses Manual de Gestão de Colónias Felinas

0
204

Perante a situação de pandemia atualmente vivida o ONDAID – Observatório Nacional para a Defesa dos Animais e Interesses Difusos viu-se forçado a interromper o ciclo de formações que tinha em curso dedicado à gestão municipal de colónias felinas.

Questionada pela Miau Magazine sobre o eventual recurso às tecnologias informáticas, a Presidente do Observatório expõe as dificuldades na sua utilização: “O modelo formativo utilizado nestes encontros é bastante interativo e os Municípios avocam todos os intervenientes envolvidos no programa CED. É fácil às entidades públicas envolvidas recorrerem a essas plataformas, mas quando chegamos aos cuidadores, fundamentais para uma boa gestão das colónias, concluímos que nem todos têm os meios ou a motivação para aderir a esse modelo.”

Sandra Horta e Silva acrescenta, “se temos o Manual em nosso poder que foi redigido com recurso a organizações nacionais e internacionais nossas parceiras, contendo as melhores práticas e que constitui uma ferramenta de facilitação do trabalho que é desenvolvido pelas Câmaras Municipais, preferimos facultá-lo a estas entidades do que aguardar uma evolução favorável do estado pandémico. No entanto, continuamos disponíveis para apoiarmos as autarquias, como aliás temos feito até à presente data.”

O Manual de Gestão de Colónias Felinas será disponibilizado no final do mês de setembro após validação por um grupo de trabalho multidisciplinar que se reunirá presencialmente para o efeito.

Sobre a necessidade de validação Sandra Horta e Silva esclarece: “mostra-se fundamental que cada Município consiga encontrar no Manual respostas adequadas à sua realidade. Gerir colónias em meios rurais não tem as mesmas especificidades que gerir colónias em grandes centros urbanos, por exemplo. Por isso o grupo de trabalho é constituído maioritariamente por veterinários municipais que podem identificar as diversas realidades que se pretende abordar.”

Quanto à importância do programa CED, Sandra Horta e Silva refere “é fundamental que os Municípios retomem as esterilizações dos gatos silvestres que ficou suspensa durante o estado de emergência, mas o Manual não é sobre como se captura, esteriliza e devolve um gato.

Existem associações em Portugal com trabalho meritório nessa área, experiência de décadas e que eventualmente já terão facultado os seus manuais ou guias aos Municípios.

O Manual de Gestão de Colónias Felinas, obviamente abordará o método CED porque assenta nele, mas visa essencialmente a gestão das colónias, quer do ponto de vista da proteção da saúde e segurança dos gatos, quer do ponto de vista da promoção da higiene e saúde públicas.”

Miau Magazine
Author: Miau Magazine

teste

- Advertisment -

Deixe uma resposta

Por favor insira o seu comentário
Por favor insira o seu nome