Vale do Guadiana tem mais 10 crias de lince Ibérico. Veja aqui as primeiras imagens

As crias de lince ibérico são descendentes de fêmeas libertadas nos últimos anos. Têm cerca de dois meses de idade e estão todas em boas condições físicas. Assista ao vídeo.

0
441

A população de lince-ibérico do Parque Natural do Vale do Guadiana continua a crescer e, após a atual época de libertações ter terminado, chegou o momento de detetar as crias nascidas em 2019.

“Antevê-se que 12 fêmeas poderão ter-se reproduzido”, refere o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF). Até ao momento, já foram observadas 10 crias, provenientes de 3 fêmeas, todas aparentando boas condições físicas e que, no final de maio, teriam cerca de 2 meses de idade.

Um vídeo divulgado pelo ICNF mostra algumas das novas crias a deslocarem-se com a mãe no Vale do Guadiana. As imagens são um dos primeiros registos de crias observadas em liberdade até agora.

Lagunilla, fêmea libertada em 2015, originária do centro de reprodução de Granadilla, em Espanha, e atualmente com 5 anos, pariu 2 crias, sendo esta a sua quarta criação.
Nairóbi, uma fêmea selvagem com 3 anos, que imigrou da população de Doñana em 2017, teve a sua primeira ninhada com um total de 3 crias. Finalmente, Lluvia, uma fêmea de 5 anos, solta em 2015 e também oriunda do centro de Granadilla, foi filmada com a sua segunda ninhada, constituída por 5 crias, sendo o primeiro registo deste quantitativo para o Vale do Guadiana e um dos poucos até agora observados em liberdade.

O facto de todos os pequenos linces estarem vivos aos 2 meses de idade e já se encontrarem a acompanhar a mãe, reflete a boa qualidade da zona de reintrodução, especialmente no que diz respeito à abundância de presas, mas também da grande capacidade demonstrada pela fêmea Lluvia para cuidar da sua prole.

O Parque Natural do Vale do Guadiana é uma área protegida, com uma área de 69700 hectares, localizada no sudeste do território português, na região do Baixo Alentejo.

As previsões apontam para cerca de 30 nascimentos em 2019, no Vale do Guadiana, o que se traduz num ligeiro acréscimo relativamente ao ano anterior.

Author: Miau Magazine

Deixe uma resposta

Por favor insira o seu comentário
Por favor insira o seu nome